Pombal sedia Encontro de Capacitação do Selo UNICEF 2017/2020; 61 municípios participaram do evento

Nesta terça-feira (28), a cidade de Pombal, sediou o 1º Encontro de Capacitação sobre a Metodologia do selo UNICEF edição 2017 / 2020, o evento aconteceu no auditório do Centro Municipal de Educação e reuniu 61 municípios paraibanos.
O primeiro encontro foram abordados as seguintes temáticas:

Como funciona o selo UNICEF;
A apresentação da Metodologia desta edição;
Os resultados esperados dos municípios participantes;
Os indicadores que serão monitorados;
Como os municípios serão avaliados;
Seção para dúvidas dos municípios.

O prefeito Abmael de Sousa Lacerda “Dr. Verissinho”, falou da importância do evento e disse que a partir de agora o município irá trabalhar com dados que correspondem à realidade local.

Além do prefeito Verissinho participaram do evento as secretarias municipais Aurineide Francisca (Educação), Mayenne Bandeira (Trabalho e Desenvolvimento Social) e Aline Florentino (Planejamento), além de auxiliares do governo municipal.

Também estiveram presentes no encontro, articuladores e presidentes dos conselhos dos 61 municípios participantes.

O Selo UNICEF é uma iniciativa para melhorar as condições de vida das crianças e dos adolescentes no Semiárido e na Amazônia Legal Brasileira, áreas que concentram o maior número de meninos e meninas em situação de vulnerabilidade.
Municípios Participantes
Mais de 1.800 municípios do Semiárido e da Amazônia se inscreveram no Selo UNICEF Edição 2017-2020. Essa iniciativa vem contribuindo para que o Brasil reduza as disparidades regionais e avance na universalização dos direitos previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente.
A metodologia combina capacitação de atores municipais, aprimoramento dos mecanismos de gestão local e mobilização social, com ampla participação comunitária, principalmente dos adolescentes.

A primeira experiência do Selo UNICEF ocorreu no Ceará, em 1999, onde foram realizadas três edições estaduais. Em 2005, o Selo foi ampliado para todo o Semiárido e, em 2009, para a Amazônia Legal Brasileira.

COMPARTILHAR